ATENÇÃO: Obsoleto e não será migrado.

Solução de Gravação de Sessões e Vídeos.

Essa Solução foi levantanda pela discussão do GITEC para disponibilização e gravação de Sessões.

PASSO A PASSO HELIX_SERVER E HELIX_PRODUCER PARTE 1 - INSTALAÇÃO:

1) Com o Ubuntu 606 instalado, instalar o pacote build-essential:

$ sudo apt-get install build-essential

2) Baixar o HelixServer? (o pacote é v11_servinst_plus_linux-2.6-glibc23-i686.bin) e o HelixProducer? (helixproducer_9.1_linux.tgz) os links são:

https://helixcommunity.org/download.php/1612/v11_servinst_plus_linux-2.6-glibc23-i686.bin e https://helixcommunity.org/beula/download?loc=/download.php/67/helixproducer_9.1_linux.tgz

OBS: Versões diferentes podem não rodar no ubuntu 606 (não testei outras)

Vcs precisam se cadastrar (é gratuito) para poder baixar os

pacotes.

3) Eu criei um diretório chamado producer(vc pode colocar em /var ou /usr/local) e copiei dentro dele o helixproducer

Exemplo: $ cd /usr/local
	 $ sudo mkdir producer
	 $ cd producer
	 $ sudo cp /home/admin/Desktop/helixproducer_9.1_linux.tgz .

3.1) Descompactar o pacote:

 $ sudo tar xzvf helixproducer_9.1_linux.tgz

4) Você pode utilizar uma máquina para a captura e uma para o servidor. Vc pode também rodar tudo numa só máquina, depende da demanda. Aqui em Campinas usamos duas máquinas.

Em um caso ou outro o procedimento de instalação é o mesmo. Criar um diretório em /usr/local, por exemplo. Eu chamei este diretório de helix_server.

 $ cd /usr/local
	 $ sudo mkdir helix_server
	 $ cd helix_server

4.1) Copiar o v11_servinst_plus_linux-2.6-glibc23-i686.bin dentro do

diretório criado, mudar suas permissões e instalá-lo.

$ sudo cp /home/admin/v11_servinst_plus_linux-2.6-glibc23-i686.bin .
$ sudo chmod +x v11_servinst_plus_linux-2.6-glibc23-i686.bin
$ sudo ./v11_servinst_plus_linux-2.6-glibc23-i686.bin

Nesta instalação é só aceitar as opções de portas. Logo no começo o instalador pede um usuário e senha para o admin.

Para característica de transmissão de eventos ao vivo…

é necessário fazer um ajuste no arquivo de configuração do Helix DNA Server

Abra o arquivo $instancehome/hlxserverplus.cfg

sudo gedit home/hlxserverplus.cfg

Descomentar e definir uma senha na seguinte seção:

 <!--              R E C E I V E R               -->
<List Name="BroadcastReceiver">
    <List Name="Receivers">
<!--    Uncomment the "Anyone" Receiver to begin listening for encoder feeds
       on port 30001, adjust setttings to suite. -->
       <List Name="Anyone">
           <Var FECLevel="20"/>
           <Var UseTCPForPullBackchannel="0"/>
           <Var OriginSpec="0.0.0.0/0"/>
           <Var AcquisitionDataInterval="30"/>
           <List Name="Security">
               <Var Password="senha"/>
               <Var Type="Basic"/>
           </List>
           <Var Protocol="udp/unicast"/>
           <Var PullSplitEnabled="0"/>
           <Var PortRange="30001-30020"/>
           <Var ResendSupported="0"/>
       </List>
   </List>
</List>

Essa senha, definida no arquivo, é a mesma senha que deve ser informada no comando do producer abaixo.

OBS: Faça uma cópia do arquivo de configuração antes de editá-lo para evitar problemas.

$ cd Bin
$ sudo cp hlxserverplus.cfg .
$ sudo gedit hlxserverplus.cfg

Vamos subir o servidor:

$ sudo su
$ ./hlxserverplus hlxserverplus.cfg &
$ exit

Colaborador Sérgio/CM Campinas, Luciano De Fázio/CM Catanduva

PASSO A PASSO HELIX_PRODUCER PARTE 2 - UTILIZAÇÃO:

Basicamente, o helixproducer faz a captura do vídeo e do aúdio ou apenas um dos dois. É necessário ter instalado nesta máquina uma placa de captura ou uma webcam para capturar o vídeo. Já para o áudio o helixproducer utiliza sua placa de som.

Ao ter descompactado o helixproducer, ele criou um diretório chamado producer. Entre neste diretório. A melhor forma de aprender é com um exemplo, para tanto, vou mostrar o que aparece na máquina aqui de Campinas e explicar cada parte. Alguns comandos básicos do producer:

./producer -pd

lista os dispositivos de audio e video disponiveis em sua máquina

Deverá aparecer:

Helix(TM) DNA Producer 9.1 Build number: 9.1.0.92

VIDEO

Device 00: BT878 video ( *** UNKNOWN/GENER /dev/video0
    Port 00: Television
    Port 01: Composite1
    Port 02: S-Video
    Port 03: Composite3

AUDIO

Device 00: SigmaTel STAC9708/11 /dev/dsp0
    Port 00: vol
    Port 01: line
    Port 02: mic
    Port 03: cd
    Port 04: line1
    Port 05: phin
    Port 06: phout
    Port 07: video


./producer -m

exibe um manual com várias opções do producer

Este é o comando que usamos:

./producer -daw -ac 00 -ap 01 -vc 00 -vp 02 -ad "28k,56k,64k,128k" -rs 230x0 -cs 320x240 -sp PASSWORD@10.1.0.1/live.rm -o /dados/producer/repositorio/ord.rm

O comando é escrito numa única linha, separando os parâmetros com espaços.

O que significam as opções:

  • -daw >> atenua o sinal de áudio evitando o clip
  • -ac 00 >> captura o sinal do device de aúdio 00 (listado acima)
  • -ap 01 >> usa a porta 01 (neste caso o line,conf. acima)
  • -vc 00 >> captura o video do device de video 00 (listado acima)
  • -vp 02 >> usa a porta 02 (neste caso, S-video, conf. acima)
  • -ad "28k,56k,64k,128k" >> define as conexões

Quanto maior 128k,256k,etc maior a banda utilizada.

  • -rs 230x0 >> define o tamanho da janela que aparecerá no player
  • -cs 320x240 >> define a resolução do vídeo.
  • -sp PASSWORD@10.1.0.1/live.rm >> Esta opção define a senha e a máquina

para onde o producer envia a codificação se for ao vivo. Caso seja a mesma máquina, usar localhost no lugar do IP.

  • -o /dados/producer/repositorio/ord.rm >> define o caminho e o arquivo

onde o conteúdo será codificado e gravado.

OBS: Se a captura não tiver som, talvez o som não esteja habilitado ou configurado. Para configurá-lo utilizar o alsamixer.

  $ sudo alsamixer

A fonte do audio/video pode ser uma câmara, um dvd, um video cassete, um aparelho de som, etc. O que o producer faz, é capturar o audio/video e codificá-lo para o formato ".rm", utilizado pelo RealPlayer?. O RealPlayer? utiliza o protocolo rtsp para o streaming. A diferença de vc usar o streaming é:

Exemplo: A Câmara de Campinas transmite as sessões ao vivo pela net. A Câmara também possui um programa de rádio curto de 5 minutos, com informações do legislativo. Este programa de rádio é gravado no formato mp3. Sem o streaming, para ouvir o programa seria necessário baixar todo o arquivo mp3 para depois ouví-lo. O streaming vai disponibilizando o arquivo mp3 aos poucos como se fosse ao vivo, baseando-se na capacidade de banda do cliente. Neste caso é utilizado um arquivo de som .mp3, mas poderia ter sido codificado com o producer para o formato ".rm". Na codificação é definida qual a qualidade de som e vídeo, de acordo com a conexão do cliente.

Um detalhe muito importante, é a capacidade da banda da Câmara, visto que esta estará fazendo um upload deste áudio/vídeo. Já testei com o speedy. O único q fica "mais ou menos" é o speedybusiness 2MB. Mesmo assim, esse speedy tem upload de apenas 50k. Depende também, de quantos clientes vão estar conectados. Quantos maior o número, mais banda é necessária.

colaborador Sérgio/CM Campinas

Última modificação 2 meses atrás Última modificação em 19/03/2020 17:43:18
 

The contents and data of this website are published under license:
Creative Commons 4.0 Brasil - Atribuir Fonte - Compartilhar Igual.