Montando discos iSCSI para serem utilizados pelo Swift

Com um controlador OpenStack? criado pelo Fuel, Ubuntu 14.04 LTS.


O Openstack Fuel instala o Swift (e o Glance) montado em um volume LVM local. Pode ser necessário, para aumentar o espaço disponível, montá-lo em um disco iSCSI em um Storage.

Para isto:

apt-get install open-iscsi multipath-tools xfsprogs

Anote o IQN do host, e crie um Volume em seu Storage mapeado para este Host:

cat /etc/iscsi/initiatorname.iscsi |grep iqn

Descubra o IQN do Storage e crie seu nó iSCSI:

iscsiadm --mode discovery --type sendtargets --portal <ip_1_storage>
iscsiadm --mode discovery --type sendtargets --portal <ip_2_storage>

Anote o IQN em cada um dos comandos acima, utilizando ele nos comandos abaixo:

iscsiadm --mode node --targetname <iqn_1_storage> --portal <ip_1_storage> --login
iscsiadm --mode node --targetname <iqn_2_storage> --portal <ip_2_storage> --login

Verifique se o multipath está OK. O seguinte comando deve mostrar os dois caminhos:

root@node-1:~# multipath -ll
360060e4c67afa3f0058bba0f00000001 dm-4 HITACHI,DF600F
size=10T features='1 queue_if_no_path' hwhandler='0' wp=rw
|-+- policy='round-robin 0' prio=1 status=active
| `- 2:0:0:0 sdc 8:32 active ready running
`-+- policy='round-robin 0' prio=0 status=enabled
  `- 1:0:0:0 sdb 8:16 active ready running

Edite o arquivo default dentro de cada definição do nó, em /etc/iscsi/nodes para que o login seja automático:

# BEGIN RECORD 2.0-873
node.name = <iqn_1_storage>
node.tpgt = 1
node.startup = automatic
node.leading_login = No

Agora, você deve utilizar o utilitário parted, para:

  1. Criar um sistema de partições GPT
  2. Criar uma partição primária com a totalidade do disco (se é isto que desejas)
  3. Configurar a tag LVM na partição
  4. Verificar se a partição foi criada corretamente.
root@node-1:~# parted /dev/sdc
(parted) mklabel gpt
(parted) mkpart primary 0% 100%
(parted) set 1 lvm on
(parted) print
(parted) quit

Verifique agora qual o ID do Device Mapper da nova partição, para poder criar um novo Grupo LVM:

root@node-1:~# fdisk -l
Disk /dev/mapper/360060e80101ba3f0058bba0f00000001-part1: 10995.1 GB, 10995114180608 bytes
255 heads, 63 sectors/track, 1336746 cylinders, total 21474832384 sectors
Units = sectors of 1 * 512 = 512 bytes
Sector size (logical/physical): 512 bytes / 512 bytes
I/O size (minimum/optimal): 512 bytes / 512 bytes
Disk identifier: 0x00000000

Disk /dev/mapper/360060e80101ba3f0058bba0f00000001-part1 doesn't contain a valid partition table

Anote o ID do Mapper (neste caso /dev/mapper/360060e80101ba3f0058bba0f00000001-part1) e reinicie o servidor.

Agora, crie um novo volume LVM:

pvcreate /dev/mapper/360060e80101ba3f0058bba0f00000001-part1
vgcreate swift /dev/mapper/360060e80101ba3f0058bba0f00000001-part1
lvcreate -L 10T -n swift swift

Crie o sistema de arquivos XFS:

mkfs -t xfs /dev/mapper/swift-swift

Monte o novo sistema XFS em um local temporário e copie o conteúdo da partição atual do Swift:

mount /dev/mapper/swift-swift /media/
cd /var/lib/glance
cp -a * /media/

Edite o arquivo fstab para montar a nova partição no lugar da antiga:

#UUID=10e1e89e-ab45-49a9-ba19-b87768acff3b /var/lib/glance xfs defaults 0 0
/dev/mapper/swift-swift /var/lib/glance xfs _netdev,nobootwait 0 0

Atente para as Flags do fstab (_netdev e nobootwait). Sem elas, o servidor não consegue iniciar.

Pronto. No próximo reboot, o controlador deve utilizar o novo volume iSCSI para o Swift (e o Glance).

Última modificação 5 anos atrás Última modificação em 03/11/2015 12:34:11
 

The contents and data of this website are published under license:
Creative Commons 4.0 Brasil - Atribuir Fonte - Compartilhar Igual.